Ó do Borogodó | Entrevista

21 de Abril de 2009

Formado inicialmente para tocar na casa noturna paulistana de samba Ó do Borogodó, o grupo musical acabou adotando o nome do bar e está lançando seu primeiro CD, Um Tributo a Altamiro Carrilho, no qual faz um apanhado das composições do flautista, em várias fases de sua carreira. É integrado por Lula Gama (violão), Ildo Silva (cavaquinho), Alexandre Ribeiro (clarinete) e Roberta Valente (pandeiro), todos músicos experientes que já acompanharam nomes como Beth Carvalho, Yamandú Costa e Tom Zé.

Perguntas

  1. O grupo tem o nome de um bar daqui de São Paulo. Como começou essa história?
  2. Mas a formação de hoje do Ó do Borogodó já é independente do bar?
  3. O espírito ainda é o mesmo de tocar clássicos da música brasileira, do samba e do choro? Todos são adeptos destes estilos?
  4. Vocês têm no repertório de vocês quatro músicas do Altamiro Carrilho. Vamos comentar algumas delas? Dentre essas quatro, qual a sua preferida?
  5. Tem um outro autor aqui que é o K-Ximbinho, com a música "Ternura". Você pode falar um pouco sobre ele?
  6. Vocês podem falar um pouco sobre as características dos outros instrumentistas desta formação?
Voltar ao topo

Programação SescTV

21 de Abril

  • 04:00Instrumental Sesc Brasil - Lis de Carvalho
  • 11:00Passagem de Som - Marcus Abjaud
  • 11:30Instrumental Sesc Brasil - Marcus Abjaud
  • 15:30Passagem de Som - Armandinho e Hamilton de Holanda
  • 17:00Instrumental Sesc Brasil - Orquestra de Berimbaus Morro do Querosene
  • 18:30Passagem de Som - Malditas Ovelhas!
programação completa