André Moraes e César Petená | Bate-Papo

08 de Outubro de 2018

O duo formado por André Moraes e César Petená contempla a variedade musical da viola de 10 cordas. Com foco em composições instrumentais de diversos violeiros do Brasil, seja da época de ouro das duplas caipiras ou da atual explosão de novos instrumentistas e compositores, os músicos mostram as diversas afinações, ponteados e características singulares desse instrumento.

Perguntas

  1. Como é que a gente define o pagode da viola? O pagode é o gênero mais popular da viola?
  2. Quais as cidades de origem de vocês e como se deu a formação da dupla e qual a formação de cada um?
  3. Quais são ou quais foram as referências de vocês na viola?
  4. Há quanto tempo vocês tocam juntos?
  5. Qual é a afinação da viola usada para mostrar o pagode?
  6. Tem uma afinação que é o "cebolão" e outra com duas cordas que é a “boiadeira”?
  7. O quanto que a natureza ou o urbanismo pode alterar a composição com a viola caipira? A viola caipira também pode ser considerada parte da música erudita?
  8. Já vimos aqui no Instrumental Sesc Brasil a viola de cocho. Que ritmo essa viola acompanha, originalmente?
  9. Vocês percebem um público mais jovens ou somente os mais velhos acompanham os shows de viola?
  10. Vocês fizeram pacto para o “bicho” para tocar maravilhosamente?
Voltar ao topo

Programação SescTV

30 de Setembro

  • 03:30Passagem de Som - Michelle Abu
  • 13:00Passagem de Som - Big Chico
  • 13:30Instrumental Sesc Brasil - Big Chico
  • 18:00Instrumental Sesc Brasil - Matheus Barbosa
programação completa